| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Social distancing? Try a better way to work remotely on your online files. Dokkio, a new product from PBworks, can help your team find, organize, and collaborate on your Drive, Gmail, Dropbox, Box, and Slack files. Sign up for free.

View
 

EXPEDICIONÁRIOS

Page history last edited by Nara 7 months ago

 

 

 

 

VOLTAR

 

 

EXPEDICIONÁRIOS DA REGIÃO DO VALE DO ITAPOCU

 

 

 

 

   

 

 

 

RELATOS E FATOS                                                                                                                                                            VÍDEOS E IMAGENS

 

 

 

   

 

EXPEDICIONÁRIO BRUNO SCHEIBEL

11º REGIMENTO DE INFANTARIA

******************************************

 

****************************************** 

 

 EXPEDICIONÁRIO CARLOS FREDERICO VASEL

11º REGIMENTO DE INFANTARIA

 

 

******************************************

******************************************

Nascimento: 14/08/1919    -     Falecimento: 27/11/2001
Cidade: Jaraguá do Sul      -      Estado: SC

******************************************

 ESTEPHANO MAIER

 

******************************************

 

******************************************

 

Expedicionário Afonso Klein

******************************************

 Expedicionário Alfredo Benhke

 

Expedicionário Afonso Kath

   
 

 Expedicionário Anselmo Bertoldi

 

******************************************

 

Expedicionário Anselmo Bertoldi

 

******************************************

 

Nosso Expedicionário Antônio Carlos Ferreira foi enterrado no Cemitério Militar Brasileiro, na cidade italiana de Pistoia. Seus restos mortais foram trazidos ao Brasil, por ordem do General Mascarenhas de Moraes, no início da década de 60, quando foi construído o Monumento aos Mortos da Segunda Guerra Mundial.

 

 

Expedicionário Antônio Carlos Ferreira

 

Expedicionário Alvino Hornburg

 Expedicionário Arnoldo Hornburg

 

 Expedicionário Bruno Boddenberg

 

 

 

 

 

 

NOME DO EXPEDICIONÁRIO

                          

NOME DO EXPEDICIONÁRIO

01

BASSANI, GERMANO

51

MARCOS, HENRIQUE

02

BASSANI, LUIZ

52

MELCHERT, WALDEMIRO

03

BEHNKE, ALFREDO

53

MILNITZ, ALFREDO ADOLPHO

04

BERTOLDI, ANSELMO

54

MILNITZ, ALVINO

05

BERTOLI, LINO

55

MODRO, ARNOLDO

06

BODDENBERG, BRUNO

56

MÜLLER, AUGUSTO

07

BORCHARDT, AFONSO

57

NEITZKE, ALVINO

08

BORCHARDT, ALVINO

58

NÖRNBERG JÚNIOR, HENRIQUE

09

BORCHARDT, HARTWIG

59

NUNES FILHO, JOSÉ

10

BORGES, OLÍMPIO JOSÉ

60

PISKE, FERDINANDO

11

BRAATZ, AUGUSTO

61

RAASCH, ERWINO

12

BRITO, JOSÉ

62

RATHUNDE, PAULO

13

CAMPIGOTTO, DANIEL CARLOS

63

REIS, JOVINO DOS

14

CARLINI, VENÍCIO

64

RIBEIRO, JOSÉ

15

CISZ, SILVESTRE

65

ROCHA, AGOSTINHO

16

CORRÊA, MANOEL FRANCISCO

66

ROSA, ARLINDO

17

DALPRÁ, AUGUSTO

67

SABINO, ROMALINO RODOLFO

18

DECKER, PEDRO

68

SAFANELLI, NORBERTO

19

DIAS, MANOEL AGOSTINHO

69

SANTOS, AMARO MARTINS DOS

20

EMMENDOERFER, GUILHERME H.

70

SANTOS, PAULO DOS

21

ERSCHING, JORGE

71

SARDAGNA, LUIZ

22

FERREIRA, ANTONIO CARLOS

72

SCHEIBEL, BRUNO

23

FÖSTER, JOÃO

73

SCHEUER, GABRIEL

24

FRANCENER, JOÃO APOLINÁRIO

74

SCHNEIDER, HAROLDO

25

GODTKE, BERNARDO

75

SCHWARZ, EWALDO

26

GOETKE, WERNER

76

SELL, ERWINO

27

GROTH, EGON CARLOS

77

SIEVERDT, EMILIO E. E.

28

HAACK, ERWINO

78

SIKORSKI, ANTONIO

29

HADLICH, HARRY

79

SIKORSKI, WLADISLAU

30

HARGER, OSWALDO

80

SILVA, AVELINO P. DA

31

HAUCK, JOÃO RODOLFO

81

SILVA, GUMERCINDO DA

32

HERTEL, WALTER CARLOS

82

SILVA, JOSÉ ALVES DA

33

HORNBURG, ALVINO

83

SILVA, JOSÉ LOURENÇO DA

34

HORNBURG, ARNOLDO

84

SOARES, OCTACILIO

35

HORNBURG, RUDI

85

SOUZA, HILÁRIO MANOEL

36

HORONGOSO, CONRADO

86

SPEZIA, HERCÍLIO

37

HORSTMANN, HEINRICH

87

STINGHEN, FIDELIS

38

JACOBI, HENRIQUE

88

UTPADEL, HELMUTH

39

KANZLER, OSWALDO

89

VASEL, CARLOS FREDERICO

40

KARGER, GERMANO

90

VELOSO, HELEODORO

41

KATH, AFONSO

91

VENTURI, LUIZ

42

KLEIN, AFONSO

92

VICENZI, ANGELO

43

KOCH, LUIZ

93

VIEIRA, MIGUEL

44

KRETZER, FRIDOLINO IRINEU

94

WEISS, ALFREDO

45

LEITOLD, ALOIS

95

WONSIEWSKI, JOÃO

46

LEMKE, EUGENIO

96

ZAPELA, JOÃO

47

LEWANDOWSKI, LADISLAU

97

ZILZ, ALBERTO

48

MACHADO, JAIME

   

49

MAIER, ESTEPHANO

   

50

MAINKA, JOSÉ

   
       
     

SCHEIBEL, ARTHUR (United States Navy), morto em combate no dia 06/06/1945, na

"Operação Overlord - Dia D"

 

 

   

 

Canção Do Expedicionário

Hinos e Marchas Militares

 

exibições

134.470

Você sabe de onde eu venho ?

Venho do morro, do Engenho,

Das selvas, dos cafezais,

Da boa terra do coco,

Da choupana onde um é pouco,

Dois é bom, três é demais,

Venho das praias sedosas,

Das montanhas alterosas,

Dos pampas, do seringal,

Das margens crespas dos rios,

Dos verdes mares bravios

Da minha terra natal. 

Por mais terras que eu percorra,

Não permita Deus que eu morra

Sem que volte para lá;

Sem que leve por divisa

Esse "V" que simboliza

A vitória que virá:

Nossa vitória final,

Que é a mira do meu fuzil,

A ração do meu bornal,

A água do meu cantil,

As asas do meu ideal,

A glória do meu Brasil.

 

Eu venho da minha terra,

Da casa branca da serra

E do luar do meu sertão;

Venho da minha Maria

Cujo nome principia

Na palma da minha mão,

Braços mornos de Moema,

Lábios de mel de Iracema

Estendidos para mim.

Ó minha terra querida

Da Senhora Aparecida

E do Senhor do Bonfim!

 

Por mais terras que eu percorra,

Não permita Deus que eu morra

Sem que volte para lá;

Sem que leve por divisa

Esse "V" que simboliza

A vitória que virá:

Nossa vitória final,

Que é a mira do meu fuzil,

A ração do meu bornal,

A água do meu cantil,

As asas do meu ideal,

A glória do meu Brasil.

Você sabe de onde eu venho ?

E de uma Pátria que eu tenho

No bôjo do meu violão;

Que de viver em meu peito

Foi até tomando jeito

De um enorme coração.

Deixei lá atrás meu terreno,

Meu limão, meu limoeiro,

Meu pé de jacaranda,

Minha casa pequenina

Lá no alto da colina,

Onde canta o sabiá.

 

Por mais terras que eu percorra,

Não permita Deus que eu morra

Sem que volte para lá;

Sem que leve por divisa

Esse "V" que simboliza

A vitória que virá:

Nossa vitória final,

Que é a mira do meu fuzil,

A ração do meu bornal,

A água do meu cantil,

As asas do meu ideal,

A glória do meu Brasil.

 

Venho do além desse monte

Que ainda azula o horizonte,

Onde o nosso amor nasceu;

Do rancho que tinha ao lado

Um coqueiro que, coitado,

De saudade já morreu.

Venho do verde mais belo,

Do mais dourado amarelo,

Do azul mais cheio de luz,

Cheio de estrelas prateadas

Que se ajoelham deslumbradas,

Fazendo o sinal da Cruz !

 

Por mais terras que eu percorra,

Não permita Deus que eu morra

Sem que volte para lá;

Sem que leve por divisa

Esse "V" que simboliza

A vitória que virá:

Nossa vitória final,

Que é a mira do meu fuzil,

A ração do meu bornal,

A água do meu cantil,

As asas do meu ideal,

A glória do meu Brasil.

 

 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.