| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Stop wasting time looking for files and revisions. Connect your Gmail, DriveDropbox, and Slack accounts and in less than 2 minutes, Dokkio will automatically organize all your file attachments. Learn more and claim your free account.

View
 

14 SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS

Page history last edited by Nara 4 years, 1 month ago

 

VOLTAR

 

 

 



RELATÓRIO DAS AÇÕES EDUCATIVAS

14ª SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS

 

            Para abordar as paisagens culturais do Museu da Paz, em função da temática a ser desenvolvida pela 14ª Semana Nacional dos Museus "Paisagens Culturais", foi planejado um trabalho realizado por muitas mãos: envolvidos diretamente 7 escolas da região, 7 professores de História, 1 professor de Língua Portuguesa e 2 professores de Arte, além de mais de 320 alunos de 9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio.

            As atividades iniciaram em fevereiro de 2016, com reuniões de planejamento entre a responsável pelas ações educativas do Museu da Paz, Dionara Radünz Bard, e os professores de História, para definir todo o calendário de ações, que envolveram pesquisas bibliográficas, pesquisas em loco, palestras, visitas monitoradas ao Museu, filmes, entrevistas e muito estudo ao longo dos meses de março, abril e maio e finalizaram em 19 de maio, apesar de que a exposição 2ª Guerra Mundial continuará aberta ao público até o mês de outubro deste ano.

           Nos meses de abril e maio foram realizadas 10 palestras para 287 alunos e 13 professores, tanto nas próprias escolas quanto no Museu da Paz, e que foram ministradas pelos filhos de Expedicionários da FEB, os senhores Antônio Luiz Eckert e Ivo Kretzer, além da própria Dionara. Também vieram conhecer o acervo museográfico, para visita monitorada, os alunos de 4 das escolas participantes, proporcionando assim mais uma forma de aprendizagem para mais de 190 alunos, que tiveram a oportunidade de conhecer o acervo das duas grandes Guerras Mundiais, enfatizando a participação dos Expedicionários locais, integrantes da Força Expedicionária Brasileira, na 2ª Guerra.

           Todas essas ações culminaram com as socializações durante o Seminário "Museu da Paz e suas Paisagens Culturais", realizado nos dias 18 e 19 de maio. A Mostra de Trabalhos apresentou os trabalhos criados pelos alunos envolvidos no projeto e que foram expostos em frente ao Museu da Paz durante o dia 18 de maio, chamando a atenção dos passantes, turistas e estudantes locais para o evento e para o próprio Museu, que permaneceu com suas portas abertas o dia inteiro para receber os visitantes, que totalizaram 96 pessoas.

           No dia 19 de maio, ocorreram as Mesas Redondas com os professores do projeto e as Comunicações Orais feitas por alguns dos alunos pesquisadores. Nesse dia, assistindo as apresentações, tivemos 224 visitantes.

           Podemos afirmar, com absoluta certeza, que o projeto Museu da Paz e suas Paisagens Culturais, criado para a 14ª Semana Nacional dos Museus, foi exitosa não apenas pelo número de visitantes que conheceram o Museu da Paz, mas pelos conhecimentos que foram construídos por todos os envolvidos.

 

           Ao final de uma das visitas monitoradas aos alunos das escolas envolvidas, uma fala de uma das alunas ilustra bem nossos sentimentos: "Sabe, eu nunca gostei de museus, nem queria vir aqui. Só vim porque fui obrigada... Mas, nunca imaginei que seria assim, eu adorei! Aprendi que Museus não têm coisas velhas, têm histórias... Eu não sabia que pessoas como eu eram parte dessas histórias!"

 

           O evento em dados:

 

* Escolas envolvidas: 5 de Jaraguá do Sul e 2 de Corupá

* Professores: 10 (História, Língua Portuguesa e Arte)

* Alunos: 320 (9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio)

* Palestras: 4 realizadas nas escolas e 6 realizadas no próprio Museu, envolvendo mais de 300 pessoas

* Visitas monitoradas ao Museu, atendendo aos alunos e professores do projeto: 199 visitantes

* Visitantes na 14ª Semana Nacional dos Museus- 16 a 20 de maio: 335

* Mostra de Trabalhos: 96 visitantes

* Seminário: 224 participantes

 

Dionara Radünz Bard

 

 

SOMOS NOTÍCIA!!

 

 

 

 

 

Ações educativas marcam a Semana dos Museus

 

25/05/2016 - Publicado por: PEDRO - Categoria: Cultura - Tags: semana museus ICOM ibram 

 


O Museu da Paz e o Museu Histórico Emílio da Silva contabilizaram suas participações na 14ª Semana Nacional do Museus, que ocorreu de 16 a 22 de maio, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Segundo o Ibram, no total, 1.236 instituições museológicas participaram do evento, que apresentaram cerca de 3.700 atividades cadastradas. Ambos os museus municipais trabalharam a temática “Museus e paisagens culturais”, definida para as comorações no ano de 2016 pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM).


De acordo com a responsável pela ação educativa do Museu da Paz, Dionara Radünz Bard, as 
atividades do Museu da Paz envolveram mais de 320 alunos do 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. “Para abordar as paisagens culturais do Museu da Paz foi planejado

um trabalho realizado por muitas mãos, envolvendo, diretamente, sete escolas da região, sete professores de História, uma professora de Língua Portuguesa e dois professores de Arte”, conta.


As atividades iniciaram em fevereiro, com reuniões de planejamento entre Dionara e os professores de História, de modo a definir o calendário de ações, que envolveram pesquisas bibliográficas, pesquisas em loco, palestras, visitas monitoradas ao museu, filmes, entrevistas e muito estudo por parte dos alunos e professores ao longo dos meses de março, abril e maio. 
E tudo isso culminou com as socializações programadas para a Semana Nacional dos Museus. Entretanto, a exposição “2ª Guerra Mundial”, também parte integrante da proposta, continuará aberta ao público até o mês de outubro. 

 

Nos meses de abril e maio foram realizadas 10 palestras para 287 alunos e 13 professores, tanto nas próprias escolas quanto no Museu da Paz, ministradas pelos filhos de Expedicionários da Força Expedicionária Brasileira (FEB), Antônio Eckert e Ivo Kretzer, além da própria monitora. Também conheceram o acervo museográfico, para visita monitorada, os alunos de quatro das escolas participantes, proporcionando, assim, mais uma forma de aprendizagem para mais de 190 alunos que tiveram a  oportunidade de conhecer as peças das duas grandes Guerras Mundiais que compõem o museu, enfatizando a participação dos Expedicionários locais e integrantes da Força Expedicionária Brasileira na 2ª Guerra.


Todas as ações, que revelaram saberes, fatos, acontecimentos e surpresas, coletadas por meio de e entrevistas, inclusive, foram trazidas para o público por meio do Seminário "Museu da Paz e suas Paisagens Culturais", realizado nos dias 18 e 19 de maio. Na ocasião, foram apresentados os trabalhos criados pelos alunos envolvidos no projeto que foram expostos em frente ao Museu da Paz durante o dia 18 de maio, chamando a atenção dos pedestres, turistas e estudantes locais para o evento e para o próprio museu, que permaneceu com as portas abertas, totalizando, naquele dia, 96 visitantes.


No dia 19 de maio ocorreram ao longo do dia duas mesas-redondas com os professores do projeto e as Comunicações Orais, feitas por alguns dos alunos pesquisadores. Nesse dia, assistindo às apresentações, registrou-se a participação de 224 visitantes. Ao final de uma das visitas monitoradas ao Museu, o depoimento de uma das alunas ilustrou o êxito do evento: "Sabe, eu nunca gostei de museus, nem queria vir aqui. Só vim porque tive que vir, mas nunca imaginei que seria assim. Aprendi que museus não têm coisas velhas, têm histórias. Eu não sabia que pessoas como eu faziam parte dessas histórias”, disse. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS 2016

 

TEMA: MUSEUS E SUAS PAISAGENS CULTURAIS

 

 

 

Museus e Paisagens Culturais

A relação entre museus e paisagens culturais vem nortear as discussões da 14ª Semana Nacional de Museus. Proposto pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM) para as comemorações do 18 de maio (Dia Internacional de Museus) de 2016 e para a 29ª Conferência Geral do ICOM (a ser realizada em Milão), esse tema reforça o papel sociocultural das instituições museais. Quando chamados a abrirem suas portas para seus contextos externos, enfatiza-se a necessidade da valorização das culturas e da diversidade paisagística do país, que possui um mosaico de bens culturais.

 

Cada região do Brasil é constituída por paisagens específicas, muitas vezes identificáveis por meio da relação estabelecida entre os diferentes grupos sociais e o território. Isso ocorre, por exemplo, com as comunidades ribeirinhas e os contextos navais tradicionais; ou com os sertanejos, que tiram seu sustento da Caatinga; ou pelos modos de vida tradicionais dos povos do Cerrado, formados por etnias indígenas, quilombolas, agricultores familiares, e assim por diante. São populações muito conectadas às dinâmicas das paisagens e da natureza, e que, não raro, possuem fortes laços de pertencimento com as localidades, transmitindo as tradições culturais geração após geração.

 

Sob essa perspectiva, determinados contextos urbanos ou até localidades específicas de cidades cosmopolitas também podem ser trabalhados como paisagens culturais. Esses espaços abrigam pessoas com diferentes heranças culturais e que trazem influências múltiplas em termos de arquitetura, culinária, costumes, vestimentas, falares, artes e outros.

A 14ª Semana Nacional de Museus simboliza um convite para que o território seja compreendido ou ressignificado como espaço cultural vital das comunidades. A diversidade sociocultural brasileira se constrói e se reconstrói cotidianamente, estando presente nas instituições museológicas como espaços de comunicação, conhecimento, pesquisa e aprimoramento das práticas culturais. Para além da preservação da memória, os museus têm um importante papel na qualificação dos entornos, sejam eles vilas, cidades, ou quaisquer locais que importem às populações em relação a suas identidades e à preservação de seu patrimônio. Sob essa ótica, os museus assumem um papel estratégico no desenvolvimento local, na construção da cidadania e como dinamizador de oportunidades culturais e econômicas.

 

Com o entendimento de que os espaços externos são ao mesmo tempo lugares de memória e seus espelhos, é possível com criatividade conceber ações diversas junto às comunidades. Sob essa perspectiva, a Semana de Museus de 2016 é uma ocasião propícia para os museus fortalecerem laços e atuações com suas paisagens culturais.



Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN

 

Fonte: https://www.museus.gov.br/acessoainformacao/acoes-e-programas/semana-nacional-de-museus/

 

 

 

PROGRAMAÇÃO PARA A SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS 2016

 

 

 

 

 

INSCRIÇÕES GRATUITAS!!

  • Seminário “Museu da Paz e suas Paisagens Culturais”, em dois turnos diferenciados, para socialização dos resultados das pesquisas, que se dará em três etapas:

     
  •  Mostra dos Trabalhos – Exposição dos trabalhos elaborados pelos alunos durante as pesquisas realizadas, na sala de exposições temporárias do Museu da Paz, com abertura em 16 de maio, para marcar o início da Semana Nacional dos Museus 2016 - 16 a 20 de maio de 2016 - e término em 30 de junho. No dia 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, a Mostra será deslocada para o calçadão em frente ao Museu da Paz, e contará com a Monitoria dos alunos - autores dos trabalhos, com o intuito de divulgar os trabalhos junto à população local e escolares. Os horários das apresentações dos alunos serão, no período matutino, das 9h às 11h e, no período da tarde, das 14h às 16h.

 

 

  • Mesa Redonda – envolvendo os professores responsáveis pelo projeto, que falarão a respeito das metodologias, objetivos, dificuldades e resultados dos trabalhos realizados durante as pesquisas. Será no dia 19 de maio, no grande auditório do CEJAS e se dará em dois períodos (matutino e vespertino), para facilitar a presença de estudantes da região.

 

 

  • Comunicações Orais - feitas pelos estudantes/pesquisadores, dirigida aos alunos e professores das demais escolas da região.As comunicações orais acontecerão logo em seguida da Mesa Redonda, no dia 19 de maio, no grande auditório do CEJAS e se dará em dois períodos (matutino e vespertino), para facilitar a presença de estudantes da região.

 

 

Observações: para assistir à Mostra de Trabalhos com Monitoria (18/05), Mesa Redonda e Comunicações Orais, tanto para grupos (escolas, faculdades) quanto para interessados em geral, será obrigatória a inscrição prévia, por meio do telefone

2106-8719 ou 2106-8700, com Nara Bard, do Museu da Paz.

 

As participações são gratuitas!

  

 

 

 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.